mialgia

IMG_4644

“ruas de Lisboa”, 2012 – Simone Huck

Você coloca no prato um pedaço grelhado de ausência e uma porção generosa de vazio. Sua boca é um deserto faminto de esperas. Nota pelas unhas quebradas que está envelhecendo rápido. A gaveta dos dias permanece vazia. O tempo caminha para o fim.

Não há nenhum eco para dividir a solidão mecânica e diária frente à TV. A casa e a língua estão vazias. O controle remoto da vida está sem bateria. Acabou outra temporada. Mais um ano e ninguém chegou. Você não teve coragem de partir.